sexta-feira, 18 de setembro de 2015

FOTOGRAFAR UM CONTO DE FADAS


Você pode ver mais fotos deste tema no meu Portfólio:

 "A ARTE DE CRIAR SONHOS, EMOÇÕES E SEGREDOS" 



Quer recontar, recriar, uma história, voltar no tempo? 
Brincar com o tempo. Rir da vida. 
Dar forma ao inesperado. 
Se esconder pra depois se revelar. 
Perdoar a realidade. Aquecer os sonhos. 
Imprimir sonhos. Valorizar a magia. 
Respeitar emoções. Guardar segredos. 
Emitir emoções. Dar espaço. 
Abrir e inventar caminhos.

Tudo dentro da arte da fotografia, 
 o mundo mágico da criança 
e a sensibilidade da artista. 



Uma imagem feita com as mãos, 
o coração, os sonhos, 
as lembranças e os segredos 
de um CONTO DE FADAS!





CONVITE


SIMULAÇÃO DE CONVITE PARA FESTA INFANTIL

2 comentários:

  1. Guidha, que coisa mais linda e delicada este seu blog! Parabéns! um grande abraço,
    Maria Luiza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada querida! Ja sentia sua falta! Beijo grande!!!

      Excluir

.

Meu trabalho é a expressão de minha vida!

Nas linhas da memória pincelo novos caminhos, dou cor e rosto a um tempo.

É através da arte que reconstruo um mundo plural - possível onde todos se entrelaçam numa dança única.

Busco o entendimento diante da Natureza.
Sou uma Portuguesa, nascida em Angola, vivendo no Brasil.

Carrego a esperança de que através do mistério das mandalas e do reaproveitamento de materiais, por meio da reciclagem, podemos reconstruir os laços que unem estas nações e neste olhar, dar lugar a uma nova consciência, preocupada com as questões do mundo em que vivemos.

Por isso uso minhas mãos, minha sensibilidade, minha arte para mostrar minha esperança...
Esperança de que tudo possa ser revertido.
Que o ser humano de hoje, se respeite e respeite o direito à vida dos que vêm depois...

Quando crio, sempre deixo minha arte ser o espelho da minha alma...

Uso minha sensibilidade, para revelar vivências profundas e refazer caminhos junto da Natureza...

Este é meu grande desafio:
Ser várias nações, uma colcha de "re-atalhos"...

Guidha Cappelo