terça-feira, 27 de novembro de 2012


Motivos pra chorar? 
Tive muitos este ano, mas optei por sorrir!

E é isso que desejo a vocês neste novo ano que chega, 
se houver motivo pra chorar, dê uma bela gargalhada!!!

Seguem fotos de alguns novos trabalhos 
pra você oferecer ou decorar seu Natal e Ano Novo.

 *Ojo de Dios* (Olho de Deus, em português), que está exemplificado nas fotografias deste post.


Trata-se de um artesanato desenvolvido 
pelo povo indígena mexicano feito com linhas

e uma estrutura de madeira (galhinhos de árvore, palito de churrasco, etc).

 Culturalmente, é oferecido por amigos ao bebê que acaba de chegar, em aniversários e no Natal.

É uma forma bonita de dizer "que o olho de Deus te abençoe e te proteja".

É um símbolo de proteção espiritual que, 
por sua beleza e pureza,
tem o poder de dissolver as emanações negativas que, porventura,
estejam presentes no ambiente onde for colocado.

A indicação é pendurá-lo onde se deseja 
um olhar Divino
para maior proteção e amparo.




(PEQUENA com 24 cm e quatro palitos)



(PEQUENA com 24 cm e quatro palitos)







(GRANDE com 38 cm e quatro palitos)










Além destes mimos ainda temos a versão colorida


(PEQUENA com 24 cm e quatro palitos)




(PEQUENA com 24 cm e DOIS palitos)



 e os bloquinhos "salva natal" rsrsrsrrs






Agora é com você!!!!!

Encomendas por aqui
ou pelo telefone  71 8811-9620



.

Meu trabalho é a expressão de minha vida!

Nas linhas da memória pincelo novos caminhos, dou cor e rosto a um tempo.

É através da arte que reconstruo um mundo plural - possível onde todos se entrelaçam numa dança única.

Busco o entendimento diante da Natureza.
Sou uma Portuguesa, nascida em Angola, vivendo no Brasil.

Carrego a esperança de que através do mistério das mandalas e do reaproveitamento de materiais, por meio da reciclagem, podemos reconstruir os laços que unem estas nações e neste olhar, dar lugar a uma nova consciência, preocupada com as questões do mundo em que vivemos.

Por isso uso minhas mãos, minha sensibilidade, minha arte para mostrar minha esperança...
Esperança de que tudo possa ser revertido.
Que o ser humano de hoje, se respeite e respeite o direito à vida dos que vêm depois...

Quando crio, sempre deixo minha arte ser o espelho da minha alma...

Uso minha sensibilidade, para revelar vivências profundas e refazer caminhos junto da Natureza...

Este é meu grande desafio:
Ser várias nações, uma colcha de "re-atalhos"...

Guidha Cappelo