segunda-feira, 30 de janeiro de 2012




Foto tirada na ilha do amor - ilha de Itaparica

O meu conselho pra este ano???

Insista nos seus sonhos
e acredite que serão possíveis!
Eu agora, persigo os meus sonhos,
escolho o meu caminho, viajo ao meu ritmo.

Nada me impede de dar longas passadas
para atravessar o abismo
e chegar ao meu destino.

Já duvidei muito,
já cansei de ser insegura mas agora
acredito que sou capaz,
que devo desejar ardentemente,
desesperadamente, exuberantemente...

Mesmo que a pele queime,
que o sangue ferva,
que o coração rebente.
EU chegarei lá!

Eu VOU alcançar o sonho
que tracei pra este ano,

AGORA, o destino sou eu que o faço!!!


(Parafraseando Ana Maria Braga)
.

Meu trabalho é a expressão de minha vida!

Nas linhas da memória pincelo novos caminhos, dou cor e rosto a um tempo.

É através da arte que reconstruo um mundo plural - possível onde todos se entrelaçam numa dança única.

Busco o entendimento diante da Natureza.
Sou uma Portuguesa, nascida em Angola, vivendo no Brasil.

Carrego a esperança de que através do mistério das mandalas e do reaproveitamento de materiais, por meio da reciclagem, podemos reconstruir os laços que unem estas nações e neste olhar, dar lugar a uma nova consciência, preocupada com as questões do mundo em que vivemos.

Por isso uso minhas mãos, minha sensibilidade, minha arte para mostrar minha esperança...
Esperança de que tudo possa ser revertido.
Que o ser humano de hoje, se respeite e respeite o direito à vida dos que vêm depois...

Quando crio, sempre deixo minha arte ser o espelho da minha alma...

Uso minha sensibilidade, para revelar vivências profundas e refazer caminhos junto da Natureza...

Este é meu grande desafio:
Ser várias nações, uma colcha de "re-atalhos"...

Guidha Cappelo